-->

RECEBE AS NOSSAS NOVIDADES POR E-MAIL

terça-feira, 6 de novembro de 2018

Carta de condução em Moçambique já está mais cara


Subiram esta segunda-feira (05.11) os preços para obter a carta de condução em Moçambique. Cidadãos ouvidos pela DW África consideram que as novas taxas são incomportáveis, sobretudo tendo em conta o atual custo de vida.
As novas taxas praticadas pelo Instituto Nacional dos Serviços Terrestres (INATTER) chegam a atingir os 71 mil meticais (pouco mais de 1000 euros). É esse o preço para a frequência do curso de formação de instrutores e de inspetores.

As maiores críticas registam-se em relação à taxa para a emissão da carta de condução, que passou de 500 para 2.500 meticais, o que corresponde a uma subida de cerca de sete para 35 euros. Estes números representam um agravamento de cerca de 500%. A taxa de realização de exame de condução passa a custar cerca de 20 vezes mais e a aquisição do livrete 15 vezes mais.

Cidadãos ouvidos pela DW África em Maputo não poupam críticas aos novos preços. "Não há necessidade de serem valores tão exorbitantes", lamenta um morador da capital moçambicana. "O custo de vida agora está complicado, muitos jovens não têm trabalho e então recorrem à carta para terem uma carrinha e conduzirem alguém de um ponto para o outro", explica.

"É muito triste a situação que estamos a viver agora, o custo de vida aumentou bastante e acho que o povo não está preparado para essas novas taxas", diz outro habitante. "E vai ser também um prejuízo para os motoristas", critica também um condutor.

0 comentários:

Enviar um comentário

Copyright © 2018 Soares-Muzik Todos Direitos Reservados
Desenhado Por: Ivanildo Soares